terça-feira, 16 de maio de 2017

Twiteiro descobre o golpe do e-mail da marqueteira e Dilma

Richard Jakubaszko
Agora virou moda, delatores são auxiliados por advogados e criam "provas" de delações mentirosas, registradas em cartório de Curitiba, enquanto a delatora estava presa:

Twitteiro fura mídia corporativa e desvenda mistério do e-mail que mulher do marqueteiro usa como prova contra Dilma.


A mídia macunaíma (ai, que preguiça) deixou passar batida, por preguiça ou desinteresse, uma informação que constava na acusação que a produtora Mônica Moura, casada com o marqueteiro de Lula e Dilma, João Santana, fez de que trocava informações com a presidenta deposta por golpe Dilma Rousseff sobre verbas de campanha, contas no exterior e informações da Lava Jato.

Uma cópia com autenticação em cartório de um rascunho de e-mail foi levada ao cartório por um homem, perfeitamente identificado no documento, mas que apenas o twitteiro
@galo_vasco teve curiosidade de investigar de quem se tratava.

E ele simplesmente descobriu que o homem que foi ao cartório é um estagiário de um escritório de advocacia do irmão de um dos procuradores da Lava Jato no Paraná. Mesmo escritório que hoje é o responsável pela delação premiada do casal marqueteiro... Mais uma das incríveis "coincidências" da Lava Jato...

Veja nas reproduções do twitter do
@galo_vasco a sequência da investigação dele. Clique nas imagens para ampliá-las. O original está neste link

Publicado no blog do Mello: http://blogdomello.blogspot.com.br/2017/05/twitteiro-fura-midia-corporativa-no-caso-do-email-contra-dilma.html

 .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por participar, aguarde publicação de seu comentário.
Não publico ofensas pessoais e termos pejorativos. Não publico comentários de anônimos.
Registre seu nome / cidade na mensagem. Depois de digitar seu comentário clique na flechinha da janela "Comentar como", no "Selecionar perfil' e escolha "nome/URL"; na janela que vai abrir digite seu nome.
Se vc possui blog digite o endereço (link) completo na linha do URL, caso contrário deixe em branco.
Depois, clique em "publicar".
Se tiver gmail escolha "Google", pois o sistema Google vai pedir a sua senha e autenticar o envio.